Coceira no idoso

A coceira é uma sensação desagradável localizada ou difusa na pele. É uma manifestação dermatológica comum no idoso. Frequentemente, pacientes idosos procurarem atendimento médico por coceira. A principal causa é o ressecamento da pele. Alguns fatores contribuem para isso como a idade, ingestão de pouca quantidade de água durante o dia, diminuição da gordura da pele, tomar banho com água quente várias vezes ao dia e por um tempo prolongado. O ato de coçar pode causar feridas na pele e infecção secundária.

Devemos lembrar também que pacientes idoso podem estar usando várias medicações que podem causar a coceira como efeito adverso, além de apresentaram várias comorbidades associadas como diabetes, hipotireoidismo, insuficiência renal, doenças no fígado (hepatites virais), doenças infecciosas (micose, psoríase, candidíase cutânea), malignidades, doenças psiquiátricas, entre outras.

A coceira pode ser indicativa de doença sistêmica em 10 a 50% dos casos em pacientes idosos. Em casos de coceira, sem lesões dermatológicas elementares, as doenças sistêmicas devem ser investigadas.

O uso de hidratante, anti-histamínicos (“anti-alérgicos”), corticoesteróides tópicos podem aliviar os sintomas, mas é importante evitar a auto-medicação e procurar atendimento médico. A história clínica e o exame físico completo são fundamentais para a abordagem diagnóstica e o tratamento adequado.

 

Referências: 1) Rios JBM, Carvalho LP, Emerson MFE. Alergia em pessoas idosas. 2017.

2) Sliti N, Benmously R, Fenniche S, Marrak H, Ben Jannet S, Mokhtar I. Prurit chez le sujet âgé: etude de 208 cas [Pruritus in the elderly: an epidemic-clinical study (about 208 cases)]. Tunis Med. 2011;89(4):347–349