Asma e COVID-19

As dúvidas sobre asma e COVID-19 são muitas! Mas o que é importante saber?

Pacientes asmáticos devem ter um bom controle da asma, mantendo as medicações prescritas pelo médico assistente durante a pandemia, com o objetivo de prevenir as exacerbações da doença, uma vez que sabemos que as infecções virais podem desencadear crises de asma. A asma grave ou não controlada aumenta o risco de um curso mais grave de infecção viral pelo COVID-19. Durante as crises, deve ser evitado o uso de nebulização porque pode aumentar o risco de aerossolização do vírus e transmissão da infecção durante o procedimento. Deve-se dar preferência para inaladores como turbuhaler ou discus, por exemplo.

Os sintomas de COVID-19 são parecidos com os da asma: tosse seca e falta de ar, podendo ser difícil diferenciar clinicamente. Febre, dor no corpo e mal estar geral são comuns em quadros infecciosos. Quando o paciente apresenta piora dos sintomas respiratórios, com dificuldade para respirar, deve procurar atendimento médico.

Pacientes asmáticos com exacerbações de asma moderada a grave que não melhoram com o uso de broncodilatadores, é recomendado usar corticoesteróides orais para diminuírem os sintomas e o risco de internação hospitalar.

A terapia com imunobiológicos, quando indicada e eficaz, deve ser mantida durante a pandemia. Pacientes com asma grave infectados pelo SAR-CoV-2, a decisão de manter ou adiar o imunobiológico até que o paciente se recupere deve ser uma decisão baseada caso a caso e avaliada por uma equipe multidisciplinar.

Em caso de dúvidas, procure atendimento médico!

 

Referências: 1) Abrams EM, Geert W ‘J, Yang CL. Asthma and COVID-19 [published online ahead of print, 2020 Apr 24]. CMAJ. 2020;cmaj.200617. doi:10.1503/cmaj.200617

2) Daccord C, Touilloux B, Von Garnier C. Prise en charge de l’asthme et de la BPCO en situation de pandémie de COVID-19 [Asthma and COPD management during the COVID-19 pandemic]. Rev Med Suisse. 2020;16(692):933‐938.

3) Morais-Almeida M, Aguiar R, Martin B, et al. COVID-19, asthma, and biologic therapies: What we need to know [published online ahead of print, 2020 May 16]. World Allergy Organ J. 2020;100126. doi:10.1016/j.waojou.2020.100126